Palmeiras 3 x 2 Santos – 03/11/2018

O jogador Edu Dracena, da SE Palmeiras, comemora seu gol contra a equipe do Santos FC, durante partida valida pela trigésima segunda rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, na Arena Allianz Parque. Crédito: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Depois da frustrada reação e consequente eliminação da Libertadores no meio de semana, uma parada duríssima pelo campeonato nacional.

Um resultado ruim seria um desastre e poderia comprometer seriamente a busca pelo título, assim como um resultado positivo representaria muito mais que 3 pontos. E assim foi.

A vitória mostrou a força, principalmente psicológica, do elenco e que a Libertadores já é passado.

Dominamos completamente o primeiro tempo a ponto do adversário finalizar pela primeira vez depois dos 40′.

Na volta para a segunda etapa as alterações de Cuca deram resultado e, em 2 vaciladas de nossa defesa, tomamos o empate.

Não nos abatemos e chegamos a vitória numa ótima cobrança de falta de Victor Luís e uma furada do goleiro Santista.

A vitória amplia provisoriamente nossa vantagem na liderança e nos aproxima ainda mais do Deca.

Faltam 5 vitórias para o título.

Jogo válido pela 32ª rodada do Brasileirão 2018.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 3 X 2 SANTOS

LOCAL: Allianz Parque, São Paulo (SP)
DATA/HORA: 03/11/2018 – 19h (de Brasília)
ÁRBITRO: Braulio da Silva Machado (SC)
ASSISTENTES: Kleber Lúcio Gil e Neuza Inês Back (ambos de SC)
PÚBLICO E RENDA: 38.938 pagantes/R$ 2.723.126,00
CARTÕES AMARELOS: Edu Dracena, Lucas Lima e Dudu (PAL); Luiz Felipe, Gabriel, Derlis González, Victor Ferraz e Diego Pituca (SAN)
CARTÃO VERMELHO: Diego Pituca (SAN)

GOLS: Dudu, aos 13’/1ºT (PAL); Edu Dracena, aos 39’/1ºT (PAL); Copete, aos 9’/2ºT (SAN); Dodô, aos 19’/2ºT (SAN) e Victor Luis, aos 26’/2ºT (PAL).

PALMEIRAS: Weverton; Jean (Alejandro Guerra, aos 28’/2ºT), Antônio Carlos, Edu Dracena e Victor Luis; Thiago Santos, Bruno Henrique e Lucas Lima (Felipe Melo, aos 21’/2ºT); Gustavo Scarpa, Borja (Deyverson, aos 42’/2ºT), Gustavo Scarpa e Dudu. TÉCNICO: Felipão.

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Dodô; Alison (Bryan Ruiz – Intervalo), Diego Pituca e Carlos Sanchez; Rodrygo (Copete – Intervalo), Gabriel e Derlis González (Bruno Henrique, aos 31’/2ºT ). TÉCNICO: Cuca.

Leia mais »