Palmeiras 2 x 0 Grêmio – 14/10/2018

rib4595_LL1m5fw
Deyverson supera Bressan para fazer o segundo gol do Palmeiras (Foto: Marcos Ribolli)

Com um começo de jogo fulminante não deixamos a equipe Gremista respirar e abrimos o marcador logo aos 7′.

Em vantagem no placar reduzimos o ritmo e o adversário passou a ter bastante posse de bola mas sem ameaçar nossa meta. As melhores chances foram nossas.

Na volta para o segundo tempo o jogo seguiu equilibrado e ampliamos com uma boa jogada de Deyverson.

A vitória nos mantém na liderança com 3 pontos de vantagem do segundo colocado (Inter). 8 jogos para o título.

Jogo válido pela 29ª rodada do Brasileirão 2018.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 2 X 0 GRÊMIO

LOCAL: Pacaembu, São Paulo (SP)
DATA-HORA: 14/10/2018 – 16h
ÁRBITRO: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa/MG)
ASSISTENTES: Guilherme Dias Camilo (Fifa/MG) e Sidmar dos Santos Meurer (MG)
PÚBLICO/RENDA: 32.812 pagantes/R$ 1.254.125,00
CARTÕES AMARELOS: Jailson, Luan, Gustavo Gómez e Thiago Santos (PAL), Marcelo Oliveira e Bressan (GRE)
CARTÕES VERMELHOS: –
GOLS: Deyverson (7’/1ºT) (1-0), Deyverson (33’/2ºT) (2-0)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Mayke, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Thiago Santos (Jean, aos 38’/2ºT), Bruno Henrique e Moisés; Willian (Lucas Lima, aos 47’/2ºT), Dudu (Hyoran, aos 31’/2ºT) e Deyverson. TÉCNICO: Luiz Felipe Scolari.

GRÊMIO: Paulo Victor; Leonardo, Pedro Geromel, Bressan e Marcelo Oliveira; Maicon, Cícero e Luan (Thaciano, aos 26’/2ºT); Alisson, Pepê (Marinho, no intervalo) e Jael (André, aos 38’/2ºT). TÉCNICO: Renato Gaúcho.

PALMEIRAS X GRÊMIO: RETROSPECTO GERAL
Ao todo, as duas equipes já se enfrentaram em 92 ocasiões, com 39 triunfos palestrinos, 19 vitórias gremistas e outros 34 empates (133 gols marcados contra 97 tentos sofridos).

PALMEIRAS X GRÊMIO: RETROSPECTO COMO MANDANTE
Ao longo de toda história, o Palmeiras perdeu apenas dois jogos como mandante diante do Grêmio. Aconteceram 42 jogos, sendo 27 vitórias palestrinas e 13 empates. O Alviverde balançou as redes 86 vezes e sofreu 35 gols.

PALMEIRAS X GRÊMIO: INVENCIBILIDADE ALVIVERDE EM SÃO PAULO
Considerando apenas duelos com o Grêmio na cidade de São Paulo, a sequência invicta do Palmeiras é de nove partidas. Foram cinco vitórias e quatro empates. O último revés aconteceu há 10 anos, em 2018, pelo Campeonato Brasileiro.

PALMEIRAS X GRÊMIO: SEQUÊNCIA DE VITÓRIAS DO ALVIVERDE
O Palmeiras ostenta atualmente uma série de três triunfos consecutivos contra o Grêmio. Foram dois jogos na Arena Grêmio, em 2017 e 2018, e um justamente no estádio do Pacaembu, palco do duelo deste domingo (14).

PALMEIRAS X GRÊMIO: TIME GAÚCHO É O TERCEIRO QUE MAIS CRUZOU O CAMINHO ALVIVERDE NO CAMPEONATO BRASILEIRO
O Grêmio está entre os times que mais cruzaram os caminhos do Palmeiras pelo Campeonato Brasileiro: foram 68 jogos disputados até aqui (32V, 22E e 14D), atrás apenas de Santos e Internacional (70 confrontos cada um pelo Brasileirão até aqui).

Palmeiras vence Grêmio com dois gols de Deyverson e segue com vantagem na liderança do Brasileiro

Francisco De Laurentiis

Palmeiras segue firme e forte na liderança do Campeonato Brasileiro.

Neste domingo, o Verdão venceu a “decisão” contra o Grêmio por 2 a 0, pela 29ª rodada do torneio, e manteve sua vantagem na ponta da tabela.

O time de Luiz Felipe Scolari foi aos 59 pontos e segue com três de frente para o Internacional, que ganhou por 3 a 1 do São Paulo também neste domingo.

O Tricolor, por sua vez, segue com 52 pontos, em 4º lugar, e agora vê sua luta pelo título ficar muito difícil.

O nome do jogo no Pacaembu foi Deyverson. O polêmico atacante jogou muito bem e marcou um gol em cada tempo, comandando o triunfo alviverde com mais de 35 mil presentes no estádio.

Na próxima rodada, o Palmeiras encara o Ceará, novamente no Pacaembu, domingo, às 16h (de Brasília).

Um dia antes, às 16h, o Grêmio vista o América-MG, no Independência.

O JOGO

Empurrado pela torcida, o Palmeiras começou em cima e finalizou pela primeira vez com menos de 2 minutos: Dudu recebeu lançamento pela direita, dominou e disparou forte, mas a bola desviou na zaga e foi para escanteio.

E na pressão inicial, o gol alviverde não demorou a sair: em mais uma jogada de Dudu pelo lado direito, o camisa 7 cruzou para Deyverson desviar com a ponta do pé para dentro do gol de Paulo Victor, fazendo explodir o Pacaembu.

O tento animou o Palmeiras e desarrumou o Grêmio, que não conseguia achar a marcação em Dudu. Aos 12, o baixinho sofreu falta perto da área, e Diogo Barbosa arriscou direto. Paulo Victor fez grande defesa e espalmou bonito.

Os gaúchos só foram conseguir dar uma resposta aos 14, quando Cícero levantou na área e Pepê apareceu de surpresa para desviar de cabeça. Fernando Prass acompanhou e a bola foi para fora.

Depois disso, os comandados de Felipão se postaram na defesa e passaram a apostar nos contra-ataques. Em um deles, aos 26, quando saiu o segundo gol palestrino.

Deyverson recebeu pela esquerda e enfiou para Dudu, que protegeu, fez giro na área e tocou para Bruno Henrique chegar batendo. A torcida já comemorava, mas Cícero tirou de carrinho em cima da linha.

A partida seguiu na mesma toada, com o Grêmio dominando a posse, mas pouco ameaçando, e o Palmeiras ameaçando nos contra-ataques puxados por Dudu. Até o fim do primeiro tempo, porém, o placar permaneceu na mesma.

Na segunda etapa, Renato Gaúcho mexeu no Tricolor logo de início: tirou o garoto Pepê e colocou o atacante Marinho para tentar ameaçar a meta de Fernando Prass em mais oportunidades.

O jogo, porém, seguiu bem semelhante: os visitantes controlavam 60% da posse de bola, mas não finalizavam. Enquanto isso, os donos da casa tentavam encaixar uma chegada mortal para ficarem mais tranquilos.

Na bola parada, o Grêmio ameaçou aos 20 minutos. Na lateral da área, Luan teve a chance de cruzar, mas preferiu bater direto e assustou Prass, que viu a bola bater em cima de sua rede.

Pouco depois, o Palmeiras perdeu mais uma grande chance de ampliar: em rápido contra-ataque, Moisés achou Willian, que enfiou para Dudu. O camisa 7 saiu na cara de Paulo Victor e tentou cruzado, mas o goleiro defendeu com as pernas.

O xeque-mate alviverde veio aos 34 minutos: Bressan errou feio ao afastar uma bola e entregou de presente para Deyverson. O atacante se enrolou, mas conseguiu finalizar de perna direita para matar o jogo no Pacaembu.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.