Fluminense 1 x 0 Palmeiras – 25/07/2018

43642074081_79575afb0e_o
Crédito: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

O catadão em campo não teve a sorte da última rodada e acabou derrotado pelo placar mínimo em terras fluminenses.

Começamos a partida um pouco melhores e criamos 2 boas chances defendidas pelo goleiro adversário. Depois disso só erro de passe, balão e jogadas para trás.

Se continuar nesse ritmo passaremos o ano em branco. E o mais complicado é ouvir nosso técnico dizer que estamos quase no ponto ideal.

Provavelmente com a derrota após o complemento da rodada ficaremos no meio da tabela.

Jogo válido pela 15ª rodada do Brasileirão 2018.

FICHA TÉCNICA

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 25/07/2018, quarta-feira
Hora: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo D’Alonso Ferreira (SC)
Assistentes: Helton Nunes (SC) e Alex dos Santos (SC)
Público: 22.827 presentes
Renda: R$ 565.430
Cartões amarelos: Airton e Gilberto (FLU); Felipe Melo e Mayke (PAL)
Cartão vermelho: Edu Dracena (PAL)
Gol: Gilberto, aos 42 minutos do primeiro tempo

Fluminense: Julio Cesar; Gilberto, Gum, Digão e Ayrton Lucas; Airton (Ibañez), Jadson e Matheus Norton; Marcos Júnior (Everaldo), Júnior Dutra (Matheus Alessandro) e Pedro
Técnico: Marcelo Oliveira

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha (Mayke), Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo (Lucas Lima), Bruno Henrique e Moisés; Gustavo Scarpa, Dudu e Willian (Deyverson)
Técnico: Roger Machado

Palmeiras é superado pelo Fluminense fora de casa no Campeonato Brasileiro

Bruno Alexandre Elias
Departamento de Comunicação

O Palmeiras foi ao Rio de Janeiro para enfrentar o Fluminense no Maracanã, em jogo que marcou a abertura da 15ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2018. Com gol sofrido aos 42 do primeiro tempo, pelo lateral Gilberto, o time tricolor saiu vitorioso pelo placar de 1 a 0.

Agora com 23 pontos no Campeonato Brasileiro, o Verdão ocupa provisoriamente a 6ª posição da tabela, a mesma pontuação, aliás, do Atlético-MG, 5º colocado, e do Grêmio, 7º (ambos os clubes ainda jogam na rodada).

Apesar do resultado adverso, alguns jogadores, individualmente, viveram uma noite de marcas emblemáticas: um deles foi o atacante Dudu, que atingiu um número expressivo com a camisa alviverde após atuar diante do Fluminense nesta quarta-feira (25), pela 15ª rodada do Nacional: o jogador chegou a 200 partidas com o manto palestrino, sendo seu 100º duelo pelo Campeonato Brasileiro. Do atual elenco, apenas Fernando Prass já ultrapassou a barreira dos 200 jogos pelo Verdão: o arqueiro palestrino atuou 260 vezes pelo clube. Ou seja: dentre jogadores de linha, o camisa 7 é o que mais acumula jogos do grupo palestrino.

O Palmeiras volta a campo no próximo domingo (29), às 11h, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro, diante do Paraná Clube, atual 18º colocado no certame – a partida será disputada no Allianz Parque, em São Paulo (SP). Em seguida, o Verdão enfrenta o Bahia, no dia 02 de agosto, pela Copa do Brasil (jogo de ida das quartas de final), na Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).

O jogo

O Palmeiras foi superior durante praticamente todo o primeiro tempo, e criou as melhores chances. Uma delas foi com Dudu, logo aos 4 minutos de bola rolando, após receber passe de Willian. Em seguida, aos 15 minutos, foi o próprio Willian que finalizou com perigo, após receber cruzamento pela direita de Marcos Rocha (o lançamento havia sido feito por Dudu). Neste lance, o goleiro Julio César mandou a bola para a linha de fundo.

As chances continuaram: aos 19, Felipe Melo lançou para Willian, que, pela direita, cruzou a pelota para a grande área: Moisés cabeceou quase à queima-roupa, mas, no reflexo, o guarda-metas rival jogou a bola para escanteio.

Aos 29, o lateral Marcos Rocha sentiu dores na coxa esquerda e pediu substituição. Em seu lugar, o técnico Roger Machado colocou Mayke, dono da camisa 12.

O Verdão até criava as melhores chances e apresentava um bom futebol coletivo, com lançamentos e passes precisos, além de valorizar a posse de bola, mas foi o time da casa que saiu na frente.

Aos 40 minutos, Willian finalizou com um chute rasteiro perigoso contra a meta do Fluminense, assustando a torcida adversária. E logo aos 42, veio a resposta do rival. Após falta marcada perto da grande área alviverde, o Tricolor bateu o tiro livre: Edu Dracena tentou afastar o perigo, mas a bola sobrou para o lateral-direito Gilberto, que aproveitou a chance e não desperdiçou, batendo de primeira para abrir o marcador. (Fluminense 1×0 Palmeiras).

Se na etapa anterior o Verdão havia sido melhor e, em um lance isolado, de bola parada, foi acometido pelo time adversário, no segundo tempo o que se viu foi mais equilíbrio em quantidade de chances criadas pelas duas equipes. O Fluminense soube administrar a vantagem e o Verdão não conseguiu chegar ao gol de empate.

O técnico Roger Machado ainda mexeu no time visando mais ofensividade, colocando Lucas Lima no lugar de Felipe Melo, aos 12, e, depois, Deyverson no lugar de Willian, aos 24 – para renovar o fôlego do ataque. Porém, as tentativas palmeirenses não foram suficientes para mudar o resultado do prélio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.