Árabe Unido (PNM) 0 x 2 Palmeiras – 30/06/2018

29256682458_38cf1c4f56_o
Crédito: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

O Palmeiras venceu o Árabe Unido por 2 a 0 na primeira movimentação nesta excursão do clube à América Central e mostrou algumas das novidades que Roger Machado tende a implementar para o segundo semestre. O time titular jogou apenas no primeiro tempo; os 45 minutos finais serviram apenas para observações dos reservas.

O primeiro tempo, com quase todo o time titularem campo, serviu para os jogadores tirarem a ferrugem e exercer a superioridade natural que o conjunto adquirido proporciona.

Já no segundo tempo, o principal objetivo acabou sendo a observação individual do desempenho técnico dos atletas do elenco – e Mayke, Thiago Santos, Vitinho e Artur tiveram boas participações.

Roger Machado vai trabalhando as peças e pensando não apenas em como o time vai se comportar sem Keno, mas como os jogadores que estarão à sua disposição durante o complemento da temporada poderão se encaixar no desenvolvimento do time – além dos que jogaram ontem, o treinador tem que pensar em Borja, Gustavo Scarpa e possivelmente em mais reforços a serem anunciados (Verdazzo).

Jogo válido pelo Torneio por La Paz de Colón.

Gols, melhores momentos.

FICHA TÉCNICA

Local: Estádio Rommel Fernández, Cidade do Panamá, Panamá
Data: 30/06/2018, sábado
Horário: 21h30 (de Brasília) / 19h30 (local)
Árbitro: –
Assistentes: –
Público: –
Renda: –
Cartões amarelos: Brown (ARA); Pedrão e Thiago Santos (PAL)
Gols: Hyoran, aos 12, e Willian, aos 22 minutos do primeiro tempo

Deportivo Árabe Unido: Lloyd; Garibaldi, Mosquera, Algandona (Chen) e Castaño; Pereira (Brown), Heráldez (Mena) e Macea; Small (Ruiz), Gil (Palacios) e González
Técnico: Carlos Ruiz

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha (Mayke), Edu Dracena (Pedrão), Luan (Thiago Martins) e Victor Luis (Emerson Santos); Felipe Melo (Thiago Santos), Bruno Henrique (Jean) e Moisés (Lucas Lima); Hyoran (Vitinho/Yan), Dudu (Artur) e Willian (Deyverson)
Técnico: Roger Machado

Palmeiras vence o primeiro teste na América Central

Serviu para o torcedor palmeirense matar a saudade de ver sua maior paixão em campo. Mas só isso. Neste sábado, o Palmeiras voltou a disputar uma partida após 17 dias e venceu o Deportivo Árabe Unido por 2 a 0, em amistoso no Panamá, válido pelo Torneio por La Paz de Colón.

O time da casa não teve nenhum jogador convocado para disputar a primeira Copa do Mundo da história do Panamá, na Rússia.

A formação do time brasileiro que anotou os dois primeiros gols teve Weverton; Marcos Rocha, Edu Dracena, Luan e Victor Luis; Felipe Melo, Bruno Henrique e Moisés; Dudu, Hyoran e Willian. E o primeiro tento veio justamente do trio de ataque.

Dudu bateu rápido arremesso lateral para Willian, que recebeu completamente livre na área e cruzou para Hyoran, sozinho, empurrar para a rede aos 12 minutos do primeiro tempo. Mesmo no amistoso, o tento pode ter sido importante para o camisa 28, especialmente considerando a volta de Gustavo Scarpa ao clube.

Com 22 jogados, já estava 2 a 0. Dudu controlou o meio-campo e abriu para Victor Luis, que conduziu até a área. Quando os panamenhos esperavam o cruzamento, o lateral tocou para trás, de onde Willian bateu de primeira e contou com desvio.

Em um jogo pouco agitado, ficou mais clara a intenção de Roger Machado de escalar Weverton na vaga de Jailson no retorno do Campeonato Brasileiro, dia 19, contra o Santos, no Pacaembu. O titular está suspenso e Fernando Prass ficou em São Paulo para tratar inflamação no joelho.

Também foi possível notar a nova movimentação de Dudu na primeira partida da equipe de Roger Machado sem Keno. O camisa 7, que vinha atuando mais fixo pelos lados do campo, passou a cair mais pelo meio de campo, dando nova dinâmica ao ataque palestrino.

No segundo tempo, como permitido pelo regulamento, Roger Machado fez dez mudanças. A equipe passou a ter Weverton; Mayke, Pedrão, Thiago Martins e Emerson Santos; Thiago Santos, Jean e Vitinho; Lucas Lima, Artur e Deyverson. Por fim, uma 11ª troca foi permitida apenas para que Yan fizesse sua estreia pela equipe profissional – o atacante entrou na vaga de Vitinho.

Com esta formação, o Palmeiras teve três oportunidades de ampliar, duas com Artur e uma com Deyverson, mas o ponta chutou ambas para fora e o centroavante parou no goleiro. De mais, sem destaques positivos na equipe.

Após a estreia no Torneio por La Paz de Colón, o time alviverde ainda irá enfrentar o Independiente Medellín, na próxima quarta-feira, às 22h15 (de Brasília), novamente no Panamá. Depois, o time viaja para a Costa Rica, onde encara o Liha Alajuense, no próximo dia 8.

Esta é a primeira vez do time palestrino no Panamá. Na Costa Rica, o clube esteve em duas oportunidades – em 1952 e 1964 – e disputou três jogos: vitórias sobre o Orión, pela Taça Ribeiro de Carvalho, e diante do Deportivo Saprissa, pela Taça Presidente da República, ambas em 1952 e pelo placar de 2 a 1. Em 1964, novo confronto ante o Saprissa e outro triunfo – 3 a 0, em partida amistosa.

A última vez que o Palmeiras havia participado de um torneio amistoso internacional foi durante a pré-temporada de 2016, quando disputou a Copa Antel (Torneio de Montevidéu), no Uruguai, enfrentando o Libertad-PAR e o Nacional-URU.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.