América/MG 1 x 2 Palmeiras – 09/05/2018

frm20180509178
Foto: Estadão Conteúdo

Com uma boa vitória estreamos na edição 2018 da Copa do Brasil em MG e demos um passo importante rumo às quartas.

Apesar de muitos considerarem um confronto relativamente fácil, em função do desequilíbrio financeiro entre os elencos, o jogo foi parelho.

O América não jogou como time pequeno e buscou o gol o tempo todo e levando bastante perigo a nossa defesa. Contudo, conseguimos dominar as ações e com bastante controle fizemos um gol em cada etapa e ficamos com a vantagem para o jogo de volta. Vantagem aliás que só não foi maior em função de uma falha bizarra de nosso zagueiro.

Jogo de ida válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil 2018.

Gols, melhores momentos, jogo completo.

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA-MG 1 X 2 PALMEIRAS

DATA: 09/05/2018 (quarta-feira)
LOCAL: Estádio Independência, em Belo Horizonte
HORÁRIO: 19h30 (de Brasília)
ÁRBITRO: Braulio da Silva Machado
ASSISTENTES: Kleber Lucio Gil (FIFA) e Neuza Ines Back (FIFA)
PÚBLICO: 12.241 torcedores
RENDA: R$ 132.987,00
CARTÕES AMARELOS: Rafael Lima e Leandro Donizete (AMÉRICA-MG)

GOLS
AMÉRICA-MG: Serginho, aos 27 minutos da etapa final
PALMEIRAS: Borja, aos 37 minutos do primeiro tempo; Keno, aos 11 minutos da etapa final

AMÉRICA-MG: João Ricardo; Norberto (Marquinhos), Messias, Rafael Lima e Giovanni; Leandro Donizete, Christian e Serginho; Luan (Ruy), Aderlan e Rafael Moura (Aylon). TÉCNICO: Enderson Moreira.

PALMEIRAS: Jailson; Marcos Rocha, Antonio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo (Thiago Santos, aos 35’/2ºT), Bruno Henrique e Lucas Lima (Guerra, aos 33’/2ºT); Keno (Willian, aos 39’/2ºT), Dudu e Borja. TÉCNICO: Roger Machado.

Palmeiras vence América-MG, fica perto das quartas da Copa do Brasil e embala para pegar o Corinthians

Francisco De Laurentiis

O Palmeiras está muito perto das quartas da Copa do Brasil.

Nesta quarta-feira, o “Verdão” visitou o América-MG e ganhou por 2 a 1 no estádio Independência, em Belo Horizonte, pelo jogo de ida das oitavas de final.

Agora, o time de Roger Machado pode apenas empatar a partida de volta que estará classificado para o próximo estádio do torneio mata-mata.

Com os titulares em campo e se valendo de seu ótimo retrospecto como visitante no ano, o Palmeiras abriu o placar com o colombiano Borja, no primeiro tempo. Ele chegou ao 11º gol em 20 partidas na temporada.

Na segunda etapa, Borja deu assistência e Keno ampliou para os visitantes. Serginho marcou e recolocou o “Coelho” no jogo, mas o “Verdão” terminou vitorioso.

Com o resultado, os palestrinos embalam de vez para pegar o Corinthians, neste domingo, às 16h (de Brasília), pelo Campeonato Brasileiro, em um jogo aguardado com enorme ansiedade.

A equipe de Roger vem de boas vitórias sobre Alianza Lima-PER, fora de casa, pela Libertadores, e sobre Atlético-PR, também longe de seus domínios, em plena Arena da Baixada, além do triunfo desta quarta em Minas Gerais.

Palmeiras e América-MG voltam a se encontrar no dia 23 de maio, às 21h45 (de Brasília), no Allianz Parque.

O JOGO

O duelo em Belo Horizonte começou com os dois times tentando chegar no toque de bola. Marcos Rocha criou boa oportunidade para os paulistas com um cruzamento da direita, enquanto Aderlan, surpresa do técnico Enderson Moreira para a partida, deu a resposta em boa cobrança de falta.

Aos 16 minutos, mais duas ótimas chances. Primeiro, Christian bateu rasante de fora da área e exigiu boa defesa de Jaílson, que agarrou no canto direito. No contra-ataque, Keno lançou Borja pelo lado direito, e o colombiano cruzou na cabeça de Dudu. Atento, João Ricardo pegou sem dar rebote.

Cinco minutos depois, um lance inacreditável foi perdido pelo Palmeiras: Bruno Henrique achou Borja completamente livre na área, mas o gringo tropeçou na bola e ficou sem ângulo para chutar. Ele ainda conseguiu tocar para Dudu, que, mesmo sem goleiro, mandou à esquerda da meta americana.

No lance seguinte, mais um momento que não deu para acreditar: Dudu recebeu pelo lado esquerdo, limpou a jogada e rolou para Borja, livre na marca do pênalti. O camisa 9 deu um tapa de primeira, já sem goleiro no gol, mas a bola saiu raspando a trave, deixando todos boquiabertos.

A resposta do “Coelho” veio em boa troca de passes aos 34 que terminou com Aderlan achando Serginho na entrada da área. O camisa 10 experimentou um chute rasteiro, que passou perto.

Logo sem seguida, porém, Borja finalmente resolveu colocar a bola para dentro, depois de perder duas chances claras. Ele recebeu ótimo cruzamento de Lucas Lima e chegou de “voadora” para empurrar para as redes.

11º gol para o gringo em 20 jogos na temporada, ultrapassando os 10 gols que marcou em 2017 inteiro, e também 7ª assistência para o camisa 20 palestrino, líder deste quesito no elenco alviverde.

E como o jogo era lá e cá, quase o América empata aos 41. Christian cruzou da direita, e bola atravessou toda a área e achou Luan, que mandou na lateral da rede, na última chance da primeira etapa.

Na volta do intervalo, a primeira boa oportunidade foi do “Coelho”: Giovanni cruzou rasteiro para trás e Rafael Moura conseguiu desviar. A bola desviou em Diogo Barbosa e quase entrou, mas Jaílson fez milagre e salvou o “Verdão”.

No entanto, o Palmeiras logo se colocou no jogo, assumiu o domínio e já ampliou. Aos 12, Borja recebeu enfiada de bola, abriu pelo lado direito e deu cruzamento rasteiro na medida para Keno tocar por baixo das pernas de João Ricardo.

O América sentiu o baque, e só foi conseguir se recolocar na partida aos 26 minutos. Em ótimo contra-ataque, Marquinhos passou como quis pela marcação e cruzou rasteiro para Christian chegar batendo de primeira. Felipe Melo, porém, conseguiu travar em cima da hora e desviar para fora, salvando gol certo dos anfitriões.

Melo, porém, só adiou o tento americano. No lance seguinte, Aylon roubou bola de Antônio Carlos na direita e cruzou para Serginho, completamente livre, só deslocar Jaílson e diminuir a desvantagem dos donos da casa.

A resposta palmeirense aconteceu aos 32 minutos, depois de ótima troca de passes envolvendo quase todos os jogadores de ataque e meio-campo. No fim das contas, Keno recebeu em boa condição pela direita e disparou forte, à esquerda do gol.

O “Coelho” teve grande oportunidade de empatar com Aylon, que entrou muito bem na partida. Ele recebeu cruzamento e testou firme, mas Jaílson, bem colocado, conseguiu defender. Na sobra, Edu Dracena afastou e salvou o “Verdão”.

Na última boa chance de partida, Marquinhos cobrou falta com muito perigo e mandou na rede pelo lado de fora, ficando a alguns centímetros de marcar sobre sua ex-equipe. Assim, o placar ficou mesmo em 2 a 1 para os visitantes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.