Palmeiras 2 x 2 Linense – 15/02/2018

rib8461
Foto: Marcos Ribolli

Tentando manter os 100% de aproveitamento na temporada começamos o jogo a mil e logo aos 3′ abrimos o placar.

A impressão era que seria uma goleada, mas após o gol reduzimos o ritmo e no final da primeira etapa tomamos o empate. Na volta do intervalo ficamos novamente na frente do marcador aos 6 minutos. Como se fosse um castigo, num rebote de uma bola mal afastada pela defesa desviou no zagueiro e tirou Jaílson do lance.

O empate não foi ruim. Serve como lição e controla a euforia de parte da torcida. O ponto negativo é o prato cheio para a imprensa setorista. Bola pra frente.

Jogo válido pela 7ª rodada do Paulistão 2018.

Gols, melhores momentos.

FICHA TÉCNICA

Local: Allianz Parque, São Paulo (SP)
Data: 15/02/2018, quinta-feira
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Lucas Canetto Bellote
Assistentes: Fabio Rogerio Baesteiro e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo
Público: 25.712 pessoas
Renda: R$ 1.435.029,10
Cartões amarelos: Miguel Borja e Felipe Melo (PAL); Marcão Silva (LIN)
Gols: Palmeiras: Borja, aos 3 minutos do primeiro tempo, e aos 6 do segundo
Linense: Adalberto, aos 43 minutos do primeiro tempo, e Murilo Henrique, aos 30 do segundo

Palmeiras: Jailson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Thiago Martins e Michel Bastos; Felipe Melo; Alejandro Guerra (Gustavo Scarpa), Lucas Lima (Keno), Tchê Tchê e Dudu (Willian); Miguel Borja
Técnico: Roger Machado

Linense: Vitor Golas; Reginaldo, Adalberto, Leandro Silva e Fernandinho (Berguinho); Marcão Silva, Bileu, Eduardo e Murilo Henrique (Kadu); Danielzinho (Giovanni) e Wilson
Técnico: Márcio Fernandes

 

Verdão empata com Linense por 2 a 2 após ficar à frente do placar por duas vezes

Departamento de Comunicação
15/02/2018 – 22h48

O Palmeiras empatou por 2 a 2 com o Linense, com dois gols de Borja, que nesta quinta-feira (15) completou 50 jogos com a camisa do Verdão. A partida válida pela 7ª rodada do Campeonato Paulista foi disputada no Allianz Parque.

Com os dois gols na partida, Borja chegou a cinco tentos na competição estadual e passou a dividir o rótulo de artilheiro do torneio com Bruno Moraes, do Botafogo. O colombiano também havia balançado as redes em 2018 contra o Botafogo, na vitória por 1 a 0, contra o Santos, na vitória por 2 a 1, e contra o Mirassol, no triunfo por 2 a 0.

Uma marca curiosa chamou a atenção na noite desta quinta-feira. O Palmeiras ultrapassou a incrível barreira de três milhões de torcedores já recebidos no Allianz Parque, desde a inauguração da arena, em 2014. Antes deste jogo contra o Linense, a casa palmeirense registrava que 2.983.037 pessoas já passaram pela arena. Com os 25.712 torcedores presentes na partida de hoje portanto, o estádio do Verdão recebeu exatos 3.008.749 torcedores ao longo de sua recente história.

Outra marca expressiva que chama a atenção se refere ao goleiro Jailson: o atual camisa 42 chegou à sua 28º atuação sem saber o que é perder, igualando Emerson Leão, que entre 06/10/1974 e 12/03/1975 permaneceu por 28 jogos sem ser derrotado no arco palestrino – esta é a quarta maior sequência invicta dentre goleiros. As outras três pertencem a Velloso (29 jogos invictos entre 23/01/1996 e 07/05/1996), novamente Leão (34 jogos entre 04/04/1973 e 18/11/1973) e, outra vez, o próprio Leão (42 jogos entre 05/12/1971 e 07/09/1972).

O próximo compromisso do Verdão será diante da Ponte Preta, no próximo domingo (18), às 19h30 (de Brasília), no Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), pela oitava rodada do Paulistão. Em seguida, o Palmeiras enfrenta o Corinthians na casa do rival no próximo dia 24/02 (sábado).

O jogo

Com Alejandro Guerra em campo – principal mudança do Verdão em relação à última partida –, o Palmeiras iniciou o embate em ritmo acelerado. Tanto que chegou ao gol rapidamente, logo aos 3 minutos de jogo! Borja aproveitou passe de Guerra e bateu de primeira, de pé direito, dentro da área. (Palmeiras 1×0 Linense)

O Alviverde se mostrava extremamente entrosado. Todos os jogadores tiveram bons momentos dentro de campo na primeira etapa, como quando Marcos Rocha aplicou um drible desconcertante em seu marcador, concluindo o cruzamento; ou então quando Lucas Lima apertou a saída de bola adversária, assustando os rivais; ou ainda quando Felipe Melo fez belos lançamentos, com precisão, servindo seus companheiros.

E assim foi o primeiro tempo, com o Verdão mandando no jogo a todo instante, sem correr perigo. Nos primeiros 40 minutos, a equipe do Linense não conseguiu criar nem uma jogada sequer que tivesse assustado ao Palmeiras.

No entanto, nos derradeiros minutos da primeira etapa, na única chance real que a equipe de Lins, teve chegou ao gol. O fato ocorreu aos 43 minutos de jogo. Após cobrança de falta, o zagueiro Adalberto desviou de cabeça, sem chances para Jailson. (Palmeiras 1×1 Linense)

No segundo tempo, o Palmeiras voltou sem alterações no time. A última etapa da partida começou lá e cá, com os dois times criando chances. O Linense assustou o Palmeiras com um chute que passou perto da trave direita de Jailson, aos cinco minutos. Já aos seis minutos, o Palmeiras respondeu, com Borja, que marcou outra vez, após receber assistência do lateral Marcos Rocha. (Palmeiras 2×1 Linense)

O Verdão parecia dominar o jogo novamente. Aos 20 minutos do segundo tempo, a equipe já tocava a bola de forma mais cadenciada e ditava o ritmo da partida. Com o jogo aparentemente sob controle, Roger decidiu, aos 22 minutos, tirar Guerra para a entrada de Gustavo Scarpa.

Aos 30 minutos do segundo tempo veio o maior drama palmeirense na partida: o Linense chegou novamente ao gol de empate, com Murilo, que finalizou contra a meta de Jailson – a bola desviou no zagueiro Thiago Martins e entrou. (Palmeiras 2×2 Linense)

Logo no minuto seguinte ao gol sofrido, Roger Machado chamou Willian para entrar na partida, visando renovar o fôlego do ataque. Para entrar o camisa 29, precisou sair Dudu, dono da camisa de número 7 e capitão do time.

Aos 34, veio a última alteração. Dessa vez, Roger Machado tentou fazer do Palmeiras um time mais ofensivo, sacando o meio-campista Lucas Lima para a entrada de outro atacante: Keno. A partir de então, o Verdão passou a jogar mais no campo de ataque do Linense, que havia se fechado na defesa após conseguir o segundo gol.

O Verdão ainda pressionou o adversário até os momentos finais. Mas os quatro minutos de acréscimo não foram suficientes para que o Palmeiras encontrasse mais um gol e chegasse a mais uma vitória na temporada.

Palmeiras: Jailson; Marcos Rocha, Thiago Martins, Antônio Carlos, Michel Bastos e Felipe Melo; Tchê Tchê, Lucas Lima (Keno, 34’ do 2ºT), Guerra (Gustavo Scarpa, 22’ do 2ºT), Dudu (Willian, 31’ do 2ºT) e Borja. Técnico: Roger Machado.

Gols: Borja, aos 3’do 1ºT (1-0) e aos 6’ do 2ºT (2-1)

Cartões amarelos: Borja e Felipe Melo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.