Palmeiras 1 (4) x (5) 0 Barcelona (EQU) – 09/08/2017

36077690720_a38f8fa250_o
Crédito: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

A vitória pelo placar mínimo igualou o score dos 2 confrontos e levou a decisão aos temidos pênaltis.

O jogo, marcado por muita intensidade em ambos os tempos, deixou o elenco exaurido. Mesmo com o apoio da torcida e o ânimo de ter vencido a partida, fomos para as cobranças com uma insegurança muito grande. Um erro pra cada lado na série de 5 e disperdiçamos a nossa chance na primeira cobrança das alternadas.

Mais uma eliminação em menos de um mês é dolorido. Dá pra listar uma série de vilões. De que vai adiantar?

O fato é que o grupo não encontrou o entrosamento ideal, mesmo com contratações caras, e agora paga o preço.

As chances no Brasileirão são complicadíssimas, mas é a única esperança que resta. Bola pra frente.

Jogo de volta válido pelas oitavas de final da Libertadores 2017.

Gol, melhores momentos, pênaltis.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 1 (4) X (5) 0 BARCELONA-EQU

LOCAL: Allianz Parque, São Paulo (SP)
DATA-HORA: 9/8/2017 – 21h45
ÁRBITRO: Néstor Pitana (ARG)
AUXILIARES: Hernan Maidana (ARG) e Pablo Belatti (ARG)
PÚBLICO/RENDA: 38.310 pagantes/R$ 3.343.320,49
CARTÕES AMARELOS: Thiago Santos e Edu Dracena (PAL), Marcos Caicedo, Oyola e Castillo (BAR)
CARTÕES VERMELHOS: –
GOL: Moisés (5’/2ºT) (1-0)
PÊNALTIS: Guerra (marcou), Tchê Tchê (marcou), Bruno Henrique (errou), Keno (marcou), Moisés (acertou), Egídio (errou) (PAL)
Álvez (marcou), Oyola (marcou), Segundo Castillo (marcou), Marcos Caicedo (marcou), Damián Díaz (errou), José Ayoví (marcou) (BAR)

PALMEIRAS: Jailson; Tchê Tchê, Mina (Edu Dracena, aos 39’/1ºT), Luan e Egídio; Thiago Santos, Bruno Henrique e Dudu (Guerra, aos 31’/2ºT); Róger Guedes (Moisés, no intervalo), Keno e Deyverson. Técnico: Cuca.

BARCELONA-EQU: Banguera; Pedro Velasco, Dario Aimar, Arreaga e Pineida (Tito Valencia, aos 24’/2ºT); Minda (Segundo Castillo, aos 33’/2ºT), Oyola e Marcos Caicedo, José Ayoví e Castillo (Damián Díaz, aos 12’/2ºT); Jonatan Álvez. Técnico: Guillermo Almada.

Leia mais »