Bahia 0 x 1 Palmeiras – 02/11/2014

wesleymazinhobahiaxpalmeirasfelipeoliveiragetty
Foto: Felipe Oliveira / Getty Images

Conforme o esperado após 2 empates, mesmo que jogando fora de casa, a vitória veio. Num confronto direto contra um adversário que também está brigando para não cair, vencer vale 6 pontos. Com a vitória ficamos a 5 pontos do Z4 na 13ª colocação.

O jogo foi como esperado e do nível de 2 elencos brigando para não cair.

Jogo válido pela 32ª rodada do Brasileirão 2014.

Gol, melhores momentos.

FICHA TÉCNICA

Local: Arena Fonte Nova, Salvador (BA)
Data: 02/11/2014, domingo
Horário: 20h (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Marcelo Bertanha Barison (RS)
Cartões amarelos: Douglas Pires, Douglas Santos, Kieza e Maxi Biancucchi (Bahia); Marcelo Oliveira, Wesley e Allione (Palmeiras)
Gol: Mazinho, aos 35 minutos do primeiro tempo

Bahia: Marcelo Lomba; Roniery, Adaílton, Lucas Fonseca e Guilherme Santos; Uelliton e Rafael Miranda (Rafinha); Emanuel Biancucchi, Lincoln (Marcos Aurélio) e Potita (Maxi Biancucchi); Kieza
Técnico: Gilson Kleina

Palmeiras: Fernando Prass; João Pedro, Nathan, Tobio e Victor Luis; Renato (Washington) e Marcelo Oliveira; Wesley, Valdivia e Mazinho (Allione); Mouche (Diogo)
Técnico: Dorival Júnior

Por Eduardo Luiz, da Redação PTD – 02/11/2014 – 21:59h.
Verdão vence o Bahia e respira aliviado
Gol isolado de Mazinho garante importante vitória fora de casa; distância para o Z4 sobe para 5 pontos.
O jogo começou com o Bahia tomando a iniciativa e criando boas oportunidades para abrir o placar. Aos 4 minutos Rafael Miranda finalizou e Prass defendeu sem problemas. Aos 8 de novo Rafael Miranda arriscou, Kieza desviou no meio do caminho e viu a bola bater na trave antes de ir nas mãos do goleiro Palmeirense.

Só dava Bahia. Aos 10 minutos Emanuel Biancucchi bateu de fora da área e Prass segurou. Aos 20 o argentino tentou outra vez e exigiu de Prass uma ótima defesa. O Palmeiras só foi responder aos 22 minutos num chute de Renato que saiu sem direção.

Aos 28 enfim uma jogada trabalhada; Wesley arrancou no meio-campo e tocou para Mouche bater rasteiro, rente à trave esquerda de Marcelo Lomba. O lance acordou o Verdão. Aos 35 o gol saiu. Mazinho tabelou com Valdivia e com categoria tocou na saída do goleiro: 1 a 0.

A frente no placar o Palmeiras passou a controlar o jogo e segurou o ímpeto dos mandantes até o árbitro encerrar o primeiro tempo.

Na etapa final o Verdão voltou sem modificações e conseguiu manter o ritmo do final do primeiro tempo, quando neutralizou as investidas do Bahia. Tranquilo em campo, o time do técnico Dorival Júnior ainda criou a primeira boa oportunidade de gol, aos 14 minutos, num chute de João Pedro que Marcelo Lomba defendeu.

Os mandantes só foram chegar ao ataque aos 17, quando Lucas Fonseca arriscou da entrada da área, por cima. Aos 27 Roniery cruzou na cabeça de Kieza, que errou o alvo. No mesmo minuto Dorival queimou a primeira alteração, trocando Mouche por Diogo.

Aos 30 minutos um lance polêmico: Nathan, caído, teria tocado a mão na bola dentro da área, mas a arbitragem nada assinalou. Na sequência Marcos Aurélio soltou a bomba, sem direção. Aos 31 Mazinho, o autor do gol, deu lugar a Allione. A proposta alviverde era clara: se fechar e explorar os contra-ataques.

Nos quinze minutos finais o jogo esquentou. Aos 31 Wesley arriscou de longe mas Marcelo Lomba estava atento. Aos 34 João Pedro bateu rasteiro, cruzado, rente à trave direita do goleiro. Aos 36 Marcos Aurélio experimentou da entrada da área, nas mãos de Prass.

Com um problema físico, aos 38 minutos Renato pediu para deixar o jogo e foi substituído por Washington. Restavam exatos 10 minutos para o time garantir a vitória, mas além do relógio, o fantasma dos gols sofridos nos acréscimos diante de Cruzeiro e Corinthians também teriam de ser superados.

Todo recuado, o Palmeiras disputava cada bola como um prato de comida, mas mesmo assim não impediu que aos 47 minutos Rafinha pegasse um rebote na entrada da área; o meia finalizou de primeira, nas mãos de Fernando Prass. Alívio para a torcida presente em bom número à Arena Fonte Nova, que assistiu a uma importante vitória na luta contra o rebaixamento. A equipe vai a 39 pontos e abre 5 de vantagem para o Z4.

Sábado que vem (08/11) o Verdão recebe o Atlético-MG no Pacaembu. O jogo será às 19h30.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.