Palmeiras 2 x 1 Grêmio – 11/10/2014

445657-970x600-1
Foto: Zanone Fraissat/Folhapress

Terceira vitória seguida para dar moral e aliviar a pressão na briga contra a degola. Os 3 pontos vieram de virada para dar o tradicional susto e depois aliviar a torcida.

O placar foi totalmente merecido diante de uma atuação muito boa, mesmo que os gols tenham sido feios pra caramba. Se continuar com essa pegada escaparemos da série B 2015.

Jogo válido pela 28ª rodada do Brasileirão 2014.

Gols, melhores momentos.

FICHA TÉCNICA

Local: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data: 11/10/2014, sábado
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-PE)
Assistentes: Cleriston Clay Barretos Rios (Fifa-SE) e Clovis Amaral da Silva (PE)
Assistentes adicionais: Claudio Mercante Júnior (PE) e Emerson Luiz Sobral (PE)
Público: 26.940
Renda: R$ 647.130,00
Cartões amarelos: Lúcio (Palmeiras). Fellipe Bastos, Dudu, Riveros (Grêmio)
Cartão vermelho: Barcos (Grêmio)
Gols: Palmeiras: Mouche, aos 21, e João Pedro, aos 29 minutos do segundo tempo
Grêmio: Barcos, aos 10 minutos do segundo tempo

Palmeiras: Fernando Prass; João Pedro, Lúcio, Tobio e Juninho (Mouche); Victor Luis, Washington, Wesley e Valdivia (Bernardo); Cristaldo (Leandro) e Henrique
Técnico: Dorival Júnior

Grêmio: Tiago; Pará, Geromel, Bressan e Zé Roberto; Ramiro, Fellipe Bastos (Riveros), Matias Rodriguez (Lucas Coelho) e Alan Ruíz (Giuliano); Dudu e Barcos
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Por Eduardo Luiz, da Redação PTD – 11/10/2014 – 23:01h.
Vitória para impor respeito!
Verdão joga muito bem, derrota o Grêmio de virada por 2 a 1 e abre 5 pontos da zona da degola.

Conforme o esperado o jogo começou quente no Pacaembu, com o Palmeiras perdendo logo de cara uma grande oportunidade para a abrir o placar: Aos 2 minutos João Pedro fez ótima jogada pela direita e cruzou; Valdivia fez o corta luz e Cristaldo isolou. Era só escolher o canto…

O Grêmio não se abateu e respondeu aos 11, após vacilo de Lúcio, que errou um passe e viu a bola sobrar para Dudu, que invadiu a área e chutou para boa defesa de Prass com os pés. Aos 16 minutos, em sua jogada característica, Barcos fintou seu marcador e bateu colocado, mas a bola explodiu em Lúcio.

Após os dois sustos seguidos o Verdão voltou a atacar aos 23 com Wesley, num chute rasteiro que saiu à direita do goleiro. No mesmo minuto outra boa chance: João Pedro cruzou na cabeça de Cristaldo, que escorou rente à trave esquerda. Aos 24 Felipe Bastos cometeu falta dura em Valdivia e não recebeu o segundo cartão amarelo. Esperto, Felipão tirou o volante de campo no minuto seguinte.

Melhor em campo, o time do técnico Dorival Júnior seguiu criando oportunidades e as desperdiçando. Aos 25 minutos Victor Luis cobrou falta direto e quase enganou o goleiro. Aos 28 outra boa jogada de João Pedro; o lateral cruzou para Cristaldo, mas Henrique se precipitou e foi desarmado; no contra-ataque o Grêmio quase abriu o placar com Barcos, mas Prass estava atento.

Aos 36 minutos a torcida Palmeirense, presente em ótimo público ao Pacaembu, reclamou de outra não expulsão, desta vez de Barcos, que também já tinha um cartão amarelo e fez falta dura em Tobio. Aos 38 Victor Luis arriscou de fora da área, por cima. Aos 47, na última jogada do primeiro tempo, João Pedro cruzou sob medida para Henrique, mas Thiago evitou o gol.

O Verdão voltou para a etapa final disposto a manter o ritmo. No primeiro minuto Lúcio cruzou para Henrique, que tentou finalizar mas foi bloqueado por Geromel. Aos 8 o Grêmio respondeu com jogada parecida; Giuliano cruzou, Prass viu a bola passar por toda área até Juninho afastar. Na cobrança de escanteio Valdivia abriu demais os braços e a bola bateu em sua mão. Pênalti assinalado e convertido por Barcos: 1 a 0.

O gol deu uma desanimada no time e na torcida, mas aos 17 minutos Barcos parou um contra-ataque de Cristaldo e enfim recebeu o segundo cartão amarelo. Com um homem a mais, imediatamente o técnico Dorival Júnior sacou Juninho e mandou a campo Pablo Mouche.

Aos 20 minutos o árbitro Sandro Meira Ricci voltou a ajudar o Grêmio ao não expulsar Riveros, que deu um carrinho criminoso em Valdivia. No minuto seguinte o gol de empate saiu. Valdivia cobrou a falta, Henrique desviou (sem querer) e a bola sobrou para Mouche: 1 a 1. O gol inflamou o Palmeiras.

Em busca da virada, aos 26 minutos João Pedro arriscou de canhota, por cima. Aos 27 Valdivia enfiou para Mouche dominar e fuzilar, para fora. Aos 29 a pressão surtiu efeito. João Pedro voltou a tentar de canhota e dessa vez foi mais feliz; a bola ainda desviou antes de entrar: 2 a 1.

Ganhando o jogo de forma merecida, o Verdão passou a administrar o resultado. Aos 36 minutos Dorival trocou Cristaldo por Leandro. Aos 38 Mouche cobrou falta da entrada da área nas mãos de Thiago. Aos 46 foi a vez de Valdivia deixar o jogo; ovacionado, o chileno foi substituído por Bernardo, que entrou só para ganhar o bicho.

Assim foi a terceira vitória seguida do Palmeiras no Brasileirão. O time vai a 34 pontos e abre 5 de vantagem para o primeiro do Z4.

Agora o Verdão para por uma semana e só volta a campo no próximo domingo (dia 19) para enfrentar o Santos, novamente no Pacaembu, às 16h.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.