Palmeiras 1 x 0 Ituano – 19/02/2014

12kardecajoelhagolrmatsukawaterra

(Foto: Ricardo Matsukawa / Terra)

O jogo teve altos e baixos. Momentos tenebrosos proporcionados pelo desentrosamento das novidades em campo e limitação natural de outros. Teve momentos interessantes também, com algumas jogadas boas.

Depois de muita insistência, quase no apagar das luzes, o gol recompensador.

O importante é que voltamos a rotina de vitórias.

Jogo válido pela 9ª rodada do Paulistão 2014.

Gol, melhores momentos.

FICHA TÉCNICA

Local: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data: 19/02/2014, quarta-feira
Horário: 22h (de Brasília)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (Fifa-SP)
Assistentes: Rogerio Pablos Zanardo e Gustavo Rodrigues de Oliveira
Público: 6 mil pagantes
Renda: R$-
Cartões Amarelos: Josa, Dick (Ituano) e França (Palmeiras)
Cartões Vermelhos: Alan Kardec (Palmeiras), Dener e Jackson Caucaia (Ituano)
Gol: Alan Kardec, aos 42 minutos do segundo tempo

Palmeiras: Fernando Prass; Wendel, Lúcio, Marcelo Oliveira e Juninho; França (Eguren), Josimar (Bruno César), Mendieta e Mazinho (Marquinhos Gabriel); Diogo e Alan Kardec
Técnico: Gilson KleinaItuano: Vagner; Dick, Alemão, Anderson Salles e Dener; Josa, Paulinho (Gercimar), Jackson Caucaia, Esquerdinha e Cristian (Jean Carlos); Rafael Silva (Túlio Renan)
Técnico: Doriva

Por Eduardo Luiz, da Redação PTD – 19/02/2014 – 23:57h.
No sufoco, Verdão bate o Ituano
Gol da sétima vitória alviverde no Paulistão saiu apenas aos 42 minutos do segundo tempo, com Alan Kardec.
Cheio de novidades entre os titulares (Josimar, França, Mendieta e Diogo), o Palmeiras iniciou o jogo demonstrando sentir falta de entrosamento, melhor para o Ituano, que só foi ser incomodado aos 11 minutos num chute fraco de Diogo. Aos 16 Mendieta tentou levantar para Alan Kardec, mas Alemão chegou antes.

Satisfeitos com o panorama da partida, os visitantes só foram chegar ao ataque aos 19, quando Paulinho arriscou por cima. Apenas aos 36 minutos o pouco público presente ao Pacaembu voltou a prestar atenção no jogo, foi quando Mazinho cobrou escanteio na cabeça de Marcelo Oliveira, mas o volante escorou por cima.

Aos 37 um lance despretensioso quase fez o Ituano abrir o placar; após um bicão do goleiro, Lúcio vacilou na frente de Cristian, que fuzilou para ótima defesa de Prass. A resposta do Verdão veio, mas assim como todo primeiro tempo, foi devagar. Aos 45 Mazinho soltou a bomba de fora da área, à esquerda do goleiro.

Na etapa final o Palmeiras voltou com outra postura, partindo logo cedo para cima do Ituano. Aos 40 segundos Kardec ajeitou para Juninho finalizar e parar numa boa defesa do goleiro. Na cobrança de escanteio executada por Marquinhos Gabriel, que substituiu Mazinho, a bola sobrou para Lúcio, que encheu o pé, mas também parou em Wagner.

A equipe de Itu respondeu aos 8 com Paulinho, mas o chute saiu fraco. Aos 11 Diogo escorou para fora outra cobrança de escanteio de Marquinhos Gabriel. Aos 18 o goleiro errou ao tentar dar um bicão, a bola sobrou para Mendieta, que rolou para Juninho finalizar, mas Wagner se redimiu.

Parecia outro jogo. Aos 22 minutos Lúcio cobrou falta com força e fez o goleiro trabalhar. Aos 26 o técnico Gilson Kleina enfim promoveu a estreia de Bruno César; o meia entrou no lugar de Josimar, outro estreante da noite. Aos 28 minutos Mendieta finalizou torto, Wendel tentou desviar mas errou.

Aos 31 minutos Rafael Silva respondeu para o Ituano, mas seu chute saiu sem direção. Aos 33 Denner cometeu falta dura em Bruno César e como já tinha recebido um cartão amarelo, foi expulso. Na cobrança, executada pelo próprio camisa 30, a bola saiu por cima do travessão de Wagner.

Com um homem a mais, Kleina mandaria Vinícius a campo, mas no mesmo instante França sentiu uma lesão e acabou sendo substituído por Eguren. Aos 35 um susto: Jean Carlo surgiu livre na cara de Prass e quis o encobrir, mas o goleiro Palmeirense estava atento e praticou a defesa.

Nos minutos finais a partida ganhou ainda mais em emoção. Aos 36 Bruno César ajeitou para Kardec finalizar fraco, nas mãos do goleiro. Aos 38 outra boa chance para os visitantes, desta vez com Rafael Santos, que chutou cruzado para mais uma boa defesa de Prass.

Empurrado pela torcida, o Verdão não desistiu de buscar o gol da vitória, que enfim saiu aos 42 minutos. Após troca de passes de Diogo e Bruno César, Juninho recebeu pela esquerda e cruzou para Kardec; o atacante ainda teve tempo de ajeitar antes de fuzilar: 1 a 0.

Nos acréscimos, após desentendimento generalizado, o árbitro acabou expulsando o zagueiro Jackson e o atacante Alan Kardec. Com 9 em campo, o Ituano não esboçou reação e o Palmeiras garantiu os 3 pontos, ampliando ainda mais a folga na liderança do Grupo D do Paulistão, agora com 8 de vantagem para o segundo colocado.

O Verdão volta a campo às 18h30 de domingo (23/02) para enfrentar o Botafogo, na casa do adversário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.