Palmeiras 1 x 1 Audax – 09/02/2014

valdivia_rafinha_ae_rodrigogazzanel_15

(Foto: Rodrigo Gazzanel/Agência Estado)

E acabou o aproveitamento de 100%, mas não a invensibilidade.

Num jogo razoável saímos perdendo e fomos buscar o empate. Tivemos chances de virar, porém, disperdiçamos o pênalti que nos daria os 3 pontos.

Próximo jogo é clássico e será outra prova de fogo.

Jogo válido pela 7ª rodada do Paulistão 2014.

Gols, melhores momentos.

FICHA TÉCNICA

Local: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data: 09/02/2014, domingo
Horário: 17h (de Brasília)
Público: 12.551 pagantes
Renda: R$ 492.615,00
Árbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
Assistentes: Bruno Salgado Rizo e Vitor Carmona Metestaine
Assistentes adicionais: Raphael Claus e Ilbert Estevam da Silva
Cartões Amarelos: Caion, Camacho, Carlos Magno (Audax) e Wellington (Palmeiras)
Gols: Audax: Denílson, aos 7 minutos do segundo tempo
Palmeiras: Mendieta, aos 33 minutos do segundo tempo

Palmeiras: Fernando Prass; Wendel, Lúcio, Wellington e William Matheus; Marcelo Oliveira, Wesley (Mendieta), Valdivia e Mazinho (Marquinhos Gabriel); Leandro (Diogo) e Alan Kardec
Técnico: Gilson Kleina
Audax: Felipe Alves; João Paulo, Nenê Bonilha (Carlos Magno) e Francis; Velicka, Tche Tche (Marquinho), Camacho, Rafinha e André Castro; Caion (Thiago Silvy) e Denílson
Técnico: Fernando Diniz

Por Eduardo Luiz, da Redação PTD – 09/02/2014 – 18:53h.
Verdão para em goleiro rival e só empata
Felipe defende até pênalti e garante 1 ponto ao Audax no Pacaembu: 1 a 1. Mendieta marcou.
O jogo começou movimentado no Pacaembu, com o Palmeiras tentando sufocar o Audax. Logo aos 2 minutos um lance polêmico: Caion derrubou William Matheus a um passo da grande área, mas o juiz não assinalou nada. Os visitantes responderam aos 8, num chute de Tche Tche que Prass espalmou; no rebote Caion estava impedido.

Melhor em campo, o Verdão seguiu em busca do gol. Aos 13 minutos Valdivia enfiou para Wendel cruzar para Leandro; o atacante dominou e fuzilou, por cima. Aos 15 Wesley ajeitou para William Matheus chegar finalizando, mas o lateral parou numa boa defesa de Felipe. Aos 17 Leandro fez bela jogada individual mas acabou sendo bloqueado por Nenê na hora do chute.

Após dez minutos de pouca emoção, aos 27 o Palmeiras quase abriu o placar; Mazinho pressionou a saída de bola do rival, que errou; Leandro invadiu a área e ao invés de tocar para Wesley, que estava livre, preferiu fintar seu marcador e finalizar de canhota, para fora. Aos 30 outra boa oportunidade: Valdivia percebeu o goleiro adiantado e tentou por cobertura. Faltou pouco para a bola entrar.

Aos 32 e aos 35 o Audax tentou de longe, e na melhor oportunidade, a segunda com Camacho, a bola saiu por cima. A resposta do Verdão também veio em dose dupla. Aos 35 Leandro recebeu de Kardec e chutou em cima do goleiro. Aos 37 Wesley arriscou um chute rasteiro e cruzado, para fora. Nos últimos dez minutos da etapa inicial o que de melhor aconteceu foi um cruzamento forte de Wendel para Leandro, que não conseguiu dominar.

No segundo tempo o Palmeiras voltou sem mudanças, mas não impôs o mesmo ritmo do começo da partida, o que facilitou o jogo do Audax. Aos 2 minutos Carlos Magno arriscou de longe, à esquerda de Prass. Aos 6 André experimentou da entrada da área e viu a bola passar perto da trave esquerda.

Aos 7 minutos, porém, a sorte não deu uma mão e o Audax abriu o placar. Após cobrança de lateral, Lúcio não cortou e a bola sobrou para Denilson: 1 a 0. O Verdão tentou reagir aos 10, mas o chute de Mazinho, após cruzamento de William Matheus, saiu sem direção.

Percebendo a apatia de seu time, aos 13 minutos Kleina promoveu duas alterações: Diogo e Marquinhos Gabriel entraram nos lugares de Leandro e Mazinho, respectivamente. O Palmeiras melhorou, mas passou a dar ainda mais brechas no sistema defensivo. Aos 17 Wendel cruzou na cabeça de Marcelo Oliveira, que escorou por cima.

Aos 26 minutos Rafinha tentou colocado e exigiu de Prass uma boa defesa. No lance seguinte o Verdão perdeu a melhor chance para o empate. Após rápida troca de passes, Kardec deixou Diogo praticamente na cara do goleiro, mas o atacante isolou. Aos 28 Mendieta substituiu Wesley.

Em sua primeira participação na partida, aos 30 minutos, o paraguaio acertou o travessão após cobrança de falta sofrida por Valdivia. Aos 34 ele foi mais feliz: após rebote, a bola ficou com Mendieta que bateu no canto: 1 a 1.

Empurrado pela torcida, o Verdão partiu em busca da virada. Aos 35 Marquinhos Gabriel sofreu pênalti de Francis. Kardec cobrou e Felipe defendeu. No rebote o goleiro voltou a frustrar o camisa 14 Palmeirense.

A penalidade desperdiçada abalou momentaneamente o Palmeiras, que só voltou a pressionar a partir dos 40 minutos. Aos 42 Wendel cruzou, Valdivia dominou e chutou, mas de novo Felipe evitou a virada. Aos 49, na última tentativa do jogo, William Matheus soltou a bomba para a última intervenção precisa de Felipe.

Com o resultado o Palmeiras perde os 100% de aproveitamento no Paulistão, mas mantém a invencibilidade e a liderança isolada do Grupo D com 19 pontos.

Agora o Verdão para por uma semana pois o próximo compromisso está marcado apenas para domingo que vem (16/02, às 16h) contra o Corinthians, no Pacaembu. O mando será do rival.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.