Palmeiras 0 x 0 São Caetano – 26/10/2013

330399-970x600-1
Foto: Zanone Fraissat/Folhapress

Tinha tudo para ser uma grande festa. Retorno de Valdívia ao time; estréia do novo 3º uniforme; iminente retorno à série A. Nenhum dos ingredientes foi suficiente para sairmos do 0.

Foi uma partida apática e sem brilho, mesmo assim, adeus série B. Com o ponto conquistado estamos garantidos na elite do futebol Brasileiro em 2014.

Jogo válido pela 32ª rodada da série B do Brasileirão 2103.

Melhores momentos.

FICHA TÉCNICA

Local: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data: 26/10/2013, sábado
Horário: 16h20 (de Brasília)
Público: 33.748 pagantes
Renda: R$ 1.221.630,00/
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (Fifa-SP)
Assistentes: Carlos Augusto Nogueira Júnior (SP) e Anderson José de Moraes Coelho (SP)
Cartões amarelos: Luis Felipe (PAL); Bruno Aguiar, Anselmo e Samuel Xavier (SCA)

Palmeiras: Fernando Prass; Luis Felipe (Felipe Menezes), Henrique, André Luiz e Juninho; Márcio Araújo, Wesley e Valdivia; Ananias (Ronny), Vinicius (Serginho) e Alan Kardec
Técnico: Gilson Kleina

São Caetano: RRafael; Samuel Xavier, Bruno Aguiar, Luiz Eduardo e Fernandinho; Fabinho (Gabriel), Jardel (Anselmo), Wagner Carioca e Eder; Marcelo e Cassiano (Geovane)
Técnico: Pintado

Sem brilhar, Verdão garante o acesso
Time joga mal, empata sem gols com o São Caetano mas atinge o objetivo de subir.

Empurrado pela torcida, o Verdão – que jogou de amarelo, estreando a nova terceira camisa, começou o jogo tentando atacar o São Caetano, mas encontrando dificuldades para armar jogadas de perigo, e isso mesmo com Valdivia em campo; o chileno retornava após cinco rodadas ausente.

A primeira finalização surgiu aos 6 minutos com Vinícius, mas o goleiro Rafael estava atento e espalmou. Apenas dez minutos depois outra investida, desta vez com Wesley, num chute que saiu fraco. No lance seguinte Vinícius experimentou da entrada da área, a bola desviou e ficou com o goleiro.

Lutando contra o rebaixamento, o São Caetano só foi levar perigo aos 18 minutos, quando Marcelo invadiu a área mas foi desarmado por André Luiz; na sequência Prass aliviou mandando para escanteio. O Verdão respondeu prontamente. Aos 19 Luis Felipe soltou a bomba para ótima defesa de Rafael.

A essa altura, porém, o jogo já estava aberto. Aos 24 minutos Cassiano fintou André Luiz e de dentro da área fuzilou; Fernando Prass evitou o gol. Dez minutos depois Luis Felipe voltou a aparecer bem pela direita, mas dessa vez o lateral puxou para a canhota e finalizou por cima.

A melhor chance do primeiro tempo estava por vir. Aos 37 minutos Wesley cobrou escanteio, Ananias espanou, André Luiz não aproveitou e na sobra Henrique isolou. Aos 38 uma lambança da arbitragem: Valdivia enfiou para Kardec, que dividiu com o goleiro e caiu. O árbitro assinalou pênalti, tirando vantagem de Wesley, mas logo depois o bandeirinha anulou a penalidade, para ira dos mais de 35 mil torcedores presentes ao Pacaembu.

Após cinco minutos de paralisação a partida recomeçou e o Verdão, nervoso, não conseguiu criar nada além de um chute de Valdivia, por cima, aos 43 minutos.

Na etapa final o Palmeiras voltou sem alterações, mas com outra postura, criando rapidamente boas oportunidades para abrir o placar. Aos 5 minutos Wesley cobrou escanteio, Ananias dominou e finalizou, mas Rafael espalmou. Aos 6 Luis Felipe bateu rasteiro, à direita do goleiro. Aos 9 Juninho cruzou, Ananias não alcançou e Rafae quasel marcou contra.

Só dava Verdão. Aos 14 minutos Valdivia achou André Luis sozinho dentro da área; o zagueiro teve calma para ajeitar e finalizar, mas outra vez o goleiro apareceu bem. Aos 19 Kleina trocou Vinícius por Serginho, mas desta vez o meia não entrou bem. Após a pressão inicial, o Palmeiras diminuiu o ritmo e passou a dar alguns espaços para o São Caetano contra-atacar.

Aos 22 minutos Eder exigiu de Prass uma bela defesa. Aos 26 outra investida do atacante rival, e novamente Fernando Prass evitou o gol com outra defesa importante. O Palmeiras respondeu aos 29 minutos, quando Valdivia enfiou para Ananias, mas o atacante demorou para finalizar e foi desarmado. Aos 30 Kleina promoveu outra alteração: Ronny no lugar de Ananias.

Cansado e com a torcida conformada, o Palmeiras voltou a encontrar dificuldades para criar jogadas de perigo, a última foi aos 37 minutos com Wesley, que bateu da entrada da área, o goleiro deu rebote mas Ronny não aproveitou.

Nos minutos finais, já com o acesso garantido graças aos outros resultados da rodada, o time apenas esperou o apito final, quando parte da torcida vaiou e outra parte cantou.

O empate leva o time do técnico Gilson Kleina a 69 pontos. Com a vaga na Série-A de 2014 garantida, a ambição agora será lutar pelo título da segundona. Alguém aí se interessa?

O Verdão volta a campo às 16h20 do próximo sábado (02/11) para enfrentar o Paraná, em Curitiba.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.