Santos 1 (4) x (2) 1 Palmeiras – 27/04/2013

rib_4565
Durval ganha de cabeça a disputa com Charles (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)

Fim da linha para o Palmeiras no Paulistão 2013.

Com uma atuação até que razoável, ficamos atrás no marcador ainda no primeiro tempo. Conseguimos o empate na metade do segundo tempo e levamos a decisão para os pênaltis onde, por sorte ou incompetência, desperdiçamos 2 cobranças.

Era o campeonato mais fácil que tínhamos para ganhar esse ano, além da Série B que é obrigação e não conta, para animar um pouco mais o torcedor. Talvez a Copa do Brasil dê essa alegria.

Foco agora em passar para as quartas na Libertadores e ser eliminado com dignidade por algum time favorito ao título.

Jogo único válido pelas quartas de final do Paulistão 2013.

Gols/pênaltis, melhores momentos.

FICHA TÉCNICA

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 27/04/2013, sábado
Horário: 16h15 (de Brasília)
Árbitro: Guilherme Ceretta de Lima
Assistentes: Alberto Poletto Masseira e Maria Núbia Ferreira Leite
Público: 14.172 pagantes
Renda: R$ 443.755,00
Cartões amarelos: Renê Júnior e Neto (Santos); Henrique, Márcio Araújo e Wesley (Palmeiras)
Gols: Santos: Cícero, aos 11 minutos do primeiro tempo
Palmeiras: Kleber, aos 38 minutos do segundo tempo
Pênaltis 4 x 2: Santos: Miralles, Cícero, Montillo e Renê Júnior converteram
Palmeiras: Souza e Wesley converteram; Kléber e Leandro não

Santos: Rafael; Alan Santos (Neto), Edu Dracena, Durval e Léo; Renê Júnior, Arouca (Marcos Assunção), Cícero e Montillo; Neymar e André (Miralles)
Técnico:Muricy Ramalho

Palmeiras: Bruno; Ayrton, Henrique, Mauricio Ramos e Marcelo Oliveira; Márcio Araújo (Souza), Léo Gago (Kleber), Charles e Wesley; Vinícius (Maikon Leite) e Leandro
Técnico: Gilson Kleina

 
PG
J
V
E
D
GP
GC
SG
%
1
São Paulo
41
19
13
2
4
34
18
16
71
2
Mogi Mirim
39
19
12
3
4
36
19
17
68
3
Santos
39
19
11
6
2
35
21
14
68
4
Ponte Preta
38
19
10
8
1
27
13
14
66
5
Corinthians
35
19
9
8
2
31
16
15
61
6
Palmeiras
34
19
9
7
3
34
24
10
59
7
Botafogo
31
19
9
4
6
26
23
3
54
8
Penapolense
28
19
8
4
7
26
22
4
49
9
Linense
27
19
7
6
6
27
29
-2
47
10
XV de Piracicaba
25
19
6
7
6
31
30
1
43
11
Bragantino
25
19
6
7
6
25
28
-3
43
12
São Bernardo
20
19
5
5
9
24
30
-6
35
13
Paulista
20
19
5
5
9
19
25
-6
35
14
Ituano
20
19
5
5
9
20
29
-9
35
15
Atlético Sorocaba
19
19
5
4
10
26
30
-4
33
16
Oeste
19
19
5
4
10
21
32
-11
33
17
Mirassol
18
19
5
3
10
31
33
-2
31
18
União Barbarense
16
19
3
7
9
14
28
-14
28
19
São Caetano
13
19
2
7
10
19
35
-16
22
20
Guarani
10
19
2
4
13
20
41
-21
17

 

Quartas: 1º x 8º | 2º x 7º | 3º x 6º | 4º x 5º Série-A 2014 Série-B 2014
Jogos da segunda fase
Quartas de final
R Data

Horário

 Adversário Pal. x Adv. Local TV
20 27/04

16h15

 Santos 1 (2) x 1 (4)

Vila Belmiro

SPT

TV: PPV: Pay Per View / ABR: TV Aberta / SPT: Sportv / ESP: ESPN Brasil ou ESPN

Números do Verdão no Paulstão
Jogos Pontos ganhos Porcentagem
Em casa: 10
23 em 30 disputados 76,66%
Fora: 10
12 em 30 disputados 40,00%
Total: 20
35 em 60 disputados 58,33%

 

Quem marcou

Leandro: 6 gols | Vilson, Barcos, Márcio Araújo e Henrique: 3 gols | Luan, Tiago Real e Ronny: 2 gols | Patrick Vieira, Ayrton, Vinícius, Caio, Souza, Marcelo Oliveira, Charles, Kléber, Léo Gago e Valdivia: 1 gol | Gol contra: Dráuzio (Paulista)

 

Posição e pontuação do Verdão a cada rodada
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19
11 3 8 5 8 5 5 7 5 7 6 6 4 7 7 7 6 5 6
1 4 4 7 8 11 12 13 16 17 20 21 24 25 25 28 31 34 34
azul Rodada cinza Posição verde Pontuação
Por Eduardo Luiz, da Redação PTD – 27/04/2013 – 18:23h.
Nos pênaltis, Palmeiras cai no Paulistão

O clássico começou movimentado na Vila Belmiro, e com o Palmeiras superior. Aos 6 minutos Leandro fintou Neymar e soltou a bomba; Rafael foi buscar. Aos 9 Vinícius tabelou com Charles e tocou para Leandro desviar; a bola saiu rente à trave direita.

O Santos só foi responder aos 11 minutos com Arouca, num cruzamento que saiu torto e quase encobriu Bruno, que desviou, mandando para escanteio. O lance do acaso mudaria o rumo da partida. Na cobrança de Montillo, a bola sobrou para Neymar, livre de marcação, fuzliar; Cícero desviou e abriu o placar: 1 a 0.

O Verdão sentiu o gol e viu o rival criar chances para ampliar. Aos 14 Neymar driblou Henrique e cruzou para André, mas Marcelo Oliveira chegou antes. Aos 19, após nova cobrança de escanteio, Cícero foi no terceiro andar e escorou de cabeça para defesa tranquila de Bruno.

Apenas aos 24 minutos o time do técnico Gilson Kleina voltou a levar perigo. Wesley arriscou da intermediária, de canhota, a bola desviou e saiu. Após a cobrança de escanteio, Leandro desviou para fora.

Não bastasse a falta de sorte, o Palmeiras também passou a ser prejudicado pela arbitragem. Aos 33 minutos Charles lançou Vinícius, que sairia na cara do goleiro, mas o assistente inventou um impedimento. Aos 37 Edu Dracena pegou rebote da entrada da área e fez Bruno praticar ótima defesa; a bola ainda bateu no travessão antes de sair.

O último lance de perigo da etapa inicial também foi fruto de um erro grosseiro da arbitragem. Neymar escorregou e o juiz assinalou falta de Márcio Araújo, que ainda levou cartão amarelo. Na cobrança Neymar cobrou no ângulo esquerdo de Bruno, que estava atento.

Na etapa final o Palmeiras voltou com Kléber no lugar de Léo Gago, mas a mudança não surtiu efeito, pois chamou ainda mais o Santos para o campo de ataque. Aos 11 minutos novo erro do apito: o assistente assinalou impedimento de André mas o árbitro deu seguimento à jogada pois Cícero foi para a bola; o meia tocou para Neymar que parou em Bruno.

O Verdão poderia ter chegado ao empate aos 13 após belo lançamento de Wesley para Leandro, mas o atacante vacilou e foi desarmado por Léo. Aos 20 Vinícius experimentou da entrada da área, e viu a bola passar perto da trave direita de Rafael.

Aos 21 Kleina promoveu uma alteração que quase ninguém entendeu: trocou Márcio Araújo por Souza. Sem seu melhor marcador em campo, o Palmeiras viu o Santos crescer. Aos 22 Cícero enfiou para Neymar, que encobriu Bruno, mas a bola saiu. Aos 24 nova alteração no Verdão: Vinícius por Maikon Leite.

Em sua primeira jogada, aos 27 minutos, Maikon fintou Léo mas finalizou fraco, nas mãos do goleiro. Aos 31 Miralles tentou bater colocado, mas errou o alvo. Aos 34 o Santos teve a melhor chance para fazer o segundo; Neymar finalizou, Bruno fez milagre e na sobra Maurício Ramos bloqueou o chute de Miralles.

O gol de empate parecia que não sairia mais, mas aos 38 minutos Souza fez bela jogada pela direita e de canhota levantou na cabeça de Kléber: 1 a 1. O placar levaria a decisão da vaga para os pênaltis, o que fez o Santos ir em busca do segundo gol. Aos 42 Neymar bateu colocado, para fora. Aos 47 o camisa 11 passou por três marcadores e soltou a bomba, mas Bruno estava atento.

Nas penalidades Kléber e Leandro desperdiçaram, enquanto que o Santos converteu os quatro que bateu. Final 4 a 2 e fim de papo para o Palmeiras no Paulistão.

Terça-feira (30/04 às 22h30) o Verdão vai ao México para enfrentar o Tijuana pelo primeiro jogo das oitavas de final da Libertadores.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.