Horizonte/CE 1 x 3 Palmeiras – 04/04/2012

maikonleite_ae_cesargreco
Maikon Leite comemora gol da classificação do Palmeiras (Foto: Cesar Greco / Ag. Estado)

O jogo começou com um grande susto ao sairmos atrás do marcador logo aos 17 minutos.

Com um pouco de sofrimento, mas contando com a categoria de Marcos Assunção e inspiração de Leandro Amaro viramos o jogo e ainda o gol de Maikon Leite eliminou o jogo de volta.

Jogo de ida válido pela 2ª fase da Copa do Brasil 2012.

FICHA TÉCNICA

Local: Horácio Domingos de Sousa, Horizonte (CE)
Data: 04/04/2012, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Fábio Pereira (TO) e Marco Mello Moreira (GO)
Cartões amarelos: Mateus, Douglas (Horizonte). Marcos Assunção, Juninho, Barcos (Palmeiras)
Gols: Horizonte: Mateus, aos 17 minutos do primeiro tempo
Palmeiras: Leandro Amaro, aos 33 minutos do primeiro tempo e aos 22 minutos do segundo tempo. Maikon Leite, aos 26 minutos do segundo tempo

Horizonte-CE: Jefferson; João Paulo (Jean), Douglas, Albano e Jhony; Válter, Mateus, Rafael Tchuca (Da Silva) e Elanardo (Vanderlei); André Cassaco e Vanger
Técnico: Roberto Carlos

Palmeiras: Deola; Cicinho, Leandro Amaro, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Marcos Assunção, João Vitor, Wesley (Maikon Leite) e Daniel Carvalho (Pedro Carmona); Barcos (Ricardo Bueno)
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Após susto, Verdão vira e se classifica

 

 

Mesmo com uma formação em tese mais defensiva, já que Maikon Leite ficou no banco, deixando Barcos como único atacante, o Palmeiras iniciou o jogo partindo para cima do Horizonte, mas na mesma proporção que a equipe atacava, os gols eram desperdiçados.

Aos 6 minutos Juninho cruzou para Barcos, que não alcançou. Na sequência Assunção levantou para Daniel Carvalho cabecear para fora. Aos 8 João Vítor experimentou da entrada da área para boa defesa do goleiro. No minuto seguinte Juninho cruzou sob-medida para Daniel perder outro gol feito de cabeça. Aos 10 Wesley arriscou de longe, à esquerda do goleiro.

Só dava Palmeiras, mas quem não faz… Aos 17 minutos, na sua primeira investida ao ataque, os donos da casa fizeram o gol. João Paulo cruzou para Vanger, em impedimento ignorado pela arbitragem cabecear; na sobra de Deola Leandro Amaro errou ao afastar a bola para dentro da área, sorte de Mateus, que chutou no canto direito do camisa 22 Palmeirense: 1 a 0. Atrás no marcador, o Verdão não desanimou, mas seguiu errando muitas finalizações.

Aos 19 minutos João Vítor rolou para Assunção soltar a bomba, para fora. No lance seguinte Wesley foi derrubado na linha da grande área, mas o juiz assinalou falta, que Assunção cobrou por cima. Aos 22 João resolveu ele mesmo arriscar, mas novamente o goleiro apareceu bem. Aos 30 Cicinho tabelou com Daniel Carvalho mas chegou sem ângulo para o arremate.

Parecia que não era noite. Aos 32 minuto Daniel Carvalho fez boa jogada pela esquerda e bateu cruzado; a bola já havia passado pelo goleiro e encontraria Barcos se Albano não estivesse no caminho. Na cobrança de escanteio enfim o gol saiu. Assunção cobrou, Leandro Amaro foi no terceiro andar para se redimir do erro anterior: 1 a 1. Após chegar ao empate, o time de Felipão diminuiu o ritmo e viu o primeiro tempo acabar sem conseguir criar uma chance clara para a virada.

Na etapa final, talvez cansado, o Palmeiras não consegiu voltar no mesmo ritmo, mas também não corria perigo, já que o Horizonte mal chegava ao ataque e quando chegava, finalizava mal. Diante da apatia da sua equipe, Felipão trocou Wesley por Maikon Leite e Barcos por Ricardo Bueno. A alteração surtiria resultado, mas antes Marcos Assunção entraria novamente em cena.

Aos 22 minutos, após falta cavada por Maikon perto da área, Assunção levantou para Leandro Amaro desviar; a bola ainda bateu num zagueiro rival antes de entrar: 2 a 1. Precisando apenas de mais um gol para definir logo a classificação, o Verdão voltou a imprimir velocidade. Aos 26 Maikon fez bela jogada individual e tabelou com Ricardo Bueno para ampliar: 3 a 1.

Com a vitória que precisava nas mãos, o Palmeiras passou a tocar a bola, apenas administrando o resultado até o apito final do juiz. Agora o time fica na espera do adversário das oitavas de final, que sairá do confronto entre Paraná x Ceará.

O Verdão volta a campo às 16h de domingo (08/04) para enfrentar o Guarani, em Campinas. Juninho, suspenso, será o desfalque.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.